LeandroVSilva® | BLOG

Vizualizações 176

COMO PUBLICAR NO EXTERIOR SEUS LIVROS SENDO ESCRITOR INDEPENDENTE?

Há quem diga que escritor independente não conseguirá jamais publicar no exterior suas obras. Que é algo alcançado somente por escritores que já venderam milhões de cópias em território nacional e que agora são merecedores de publicar no exterior suas obras. E que além disso, para ter uma obra exportada você precisa ser publicado por uma grande editora e ter feito muito sucesso primeiramente no Brasil.

Mais uma vez estou aqui para mostrar o contrário.

Você pode publicar no exterior sua obra sendo iniciante. Pode publicar no exterior sua obra junto com o lançamento do seu primeiro livro. Você pode fazer um lançamento mundial tanto do seu livro digital quanto do impresso.

Eu iniciei tarde, mas no meu segundo ano de publicação já estava exportando as minhas obras.

Comecei publicando no exterior a versão impressa dos meus livros em português BR. Hoje já tenho essas obras exportadas em outros idiomas, meio digital e impresso.

publicação independente leandrovsilva

Mas por que publicar no exterior o livro em português BR?

Simplesmente porque tem muitos brasileiros vivendo fora do Brasil e você cria mais uma opção de venda de livros internacionalmente aumentando as chances de ter suas obras vendidas.

E o melhor de tudo é que hoje em dia temos uma das principais plataformas de publicação on-line e que possibilita ter sua obra física publicada fora do Brasil, sem custos.

O KDP

Com o KDP existe a opção de além de publicar o e-Book criar uma versão capa comum do seu livro.

Até hoje (2020) não entendo como tem escritores que evitam fazer o capa comum do seu livro. Muitos ainda acham que não vale a pena, pois por mais que seja gratuita a impressão, a mesma é feita lá fora e o frete não compensa para vender o livro no Brasil

Realmente até a data que eu publiquei esse artigo, o KDP ainda não estava disponibilizando impressão de capa comum no Brasil.

Porém, aqui que vem a sacada de publicar no exterior as suas obras em formato digital e impresso. No digital já é automático quando você publica a sua obra. Ela já fica disponível em todas as lojas on-line da Amazon, então teoricamente, você exportou a versão digital do seu livro. Mas se você fizer a versão capa comum, por mais que seja impresso lá fora, o intuito é vender para quem está lá. Assim, você consegue criar a versão impressa do seu livro se aproveitando da ferramenta à sua disposição. O KDP.

Então faça o capa comum não pensando em trazer o livro de lá e vender aqui. Faça para vender lá fora.

Por mais que não tenha grande público lá para ler em português você pode investir numa tradução publicar no exterior a sua obra em meio impresso para os leitores da língua para qual você traduziu.

Então, concluindo, não é um bicho de sete cabeças publicar no exterior sua obra para o mundo e conquistar o seu público internacionalmente. Se existe essa ferramenta à disposição aproveite o máximo dela. Exporte a versão impressa das suas obras mesmo sendo em português BR e, se possível, faça a tradução das suas obras e venda para o mundo.

Quem é independente sabe a dificuldade que é vender no BrasilPublicando no exterior as suas obras e fazendo marketing localizado, há muito mais chance de se tornar um best seller primeiro lá fora do que aqui. E conquistando esse feito, facilmente você conquistará o público aqui, pois infelizmente o brasileiro ainda dá mais valor às obras internacionais do que as nacionais. Mas acredito que isso mudará um dia.

Explore novas opções, siga outros caminhos, exporte para o mundo.

INSCREVA-SE


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *